O ano de 2023 está relativamente ainda distante, pois o atual mandato sequer terminou, mas já dá para sentir que o processo sucessório na Assembleia Legislativa já foi startado com o anúncio do atual presidente Adriano Galdino de que tentará reeleição.

Adriano Galdino de fato é articulado, entretanto, desta feita vai enfrentar a mesma disposição do deputado estadual Tião Gomes, personagem decisivo nas últimas eleições inclusive de Adriano e Gervásio Maia agindo forte nos bastidores.

É este saldo do passado recente que tem encorajado Tião Gomes a construir meios visando disputar a Presidência, inclusive com Adriano.

De fato, ele tem histórico e tempo de mandatos sucessivos com sua influência inegável nas diversas disputas, algo que tem lhe levado ao posicionamento público de que quer ser ouvido e/ou inserido no processo com seu tamanho e participação nas eleições da Assembleia.

Em síntese, Tião Gomes cria fato novo a merecer consideração e acompanhamento de agora em diante.

WSCOM