O MDB marcou para 4ª feira (27.jul) a convenção do partido para lançar oficialmente a senadora Simone Tebet (MS) como candidata à Presidência da República. A data foi anunciada pelo presidente nacional da legenda, deputado federal Baleia Rossi (SP), que afirmou que a definição ocorreu em reunião dos membros da Executiva da sigla realizada no último dia 15. No entanto, a oficialização do nome de Tebet não é consenso entre os integrantes do MDB.

O senador Renan Calheiros (AL), que defende o apoio já no primeiro turno ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT, chegou a dizer que poderá acionar a Justiça para que a convenção não ocorra nesta semana. “Sem diálogo, sem avaliações realistas sobre o desempenho da pré-candidatura, sem competitividade nas pesquisas é insanidade sacrificar o MDB nos estados. A persistir a obsessão, não restará alternativa senão a judicialização da própria convenção”, afirmou o parlamentar nas redes sociais.

Na última 2ª feira (18.jul), Lula recebeu o apoio de 11 diretórios estaduais do MDB. Um dia depois, na 3ª feira (19.jul), caciques da legenda se reuniram com o ex-presidente Michel Temer (MDB), que chegou a dizer que iria conversar com Baleia Rossi para que a data da convenção fosse alterada.

Diante da divisão do partido e da possibilidade de judicialização da convenção nacional, Simone Tebet disse que sua “candidatura é para valer e aí está a prova de que já está incomodando”. “E por que não tentaram isso lá atrás? Porque não acreditavam que nós iríamos levar até o final. Mas nossa candidatura é em defesa do Brasil”, completou a senadora durante agenda de campanha do ABC Paulista quando questionada sobre o assunto na 6ª feira.

Além do MDB, o PSB também realiza sua convenção nacional nesta semana. A solenidade está marcada para a próxima 6ª feira (29) para oficializar o nome de Geraldo Alckmin como vice na chapa liderada por Lula. O PT também realizou sua convenção na 5ª feira (21.jul) e o PDT confirmou Ciro Gomes para a disputa de outubro em evento na 4ª (20.jul). Neste domingo (24.jul), o PL oficializou a candidatura do presidente Jair Bolsonaro.

SBT News