O secretário de Estado da Administração Penitenciária (Seap), João Alves de Albuquerque, recebeu no dia 26 de julho a Medalha Epitácio Pessoa, a mais alta honraria concedida pela Assembleia Legislativa da Paraíba. A outorga foi propositura do deputado estadual Wilson Filho. Outros seis gestores das forças de Segurança Pública também foram agraciados com a Medalha Epitácio Pessoa.

Além do secretário João Alves também foram homenageados o secretário de Estado da Segurança e Defesa Social, Jean Nunes; o comandante-geral da Polícia Militar da Paraíba, coronel Sérgio Fonseca; o subcomandante da Polícia Militar da Paraíba, coronel José Ronildo; o delegado-geral da Polícia Civil da Paraíba, André Rabelo; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba, coronel Marcelo Araújo; e o superintendente do Detran/PB, Isaías José Dantas Gualberto.

Delegado da Polícia Civil da Paraíba há 33 anos e já tendo ocupado outros cargos no Estado e desempenhado diversas funções, o secretário João Alves avalia que “Esse é um momento de glória, de júbilo e de muita satisfação e a certeza do reconhecimento pelos deputados estaduais, atendendo a uma propositura do deputado Wilson Filho, para, nos dizer da importância do nosso trabalho, da importância de nossa vida e do que nós fizemos por esse Estado”. Na tribuna, na sessão especial da Assembleia Legislativa, realizada no Centro Cultural Ariano Suassuna, do TCE, o secretário João Alves dedicou a medalha a sua família, afirmando que tem três famílias, a de sangue, a família Policia Civil e a família Polícia Penal. “Muito agradecimento e pedir a Deus que nos oriente sempre, nos traga luz, para que a gente possa continuar trabalhando, prestando bons serviços à sociedade paraibana”, pontuou.

O deputado Wilson Filho destacou a importância da comenda, entregue de forma coletiva aos gestores da Segurança Pública da Paraíba. “É uma forma de reconhecer o trabalho de cada um que tem contribuído para combater a criminalidade em nosso Estado. São verdadeiros guerreiros que chegam a arriscar a própria vida para garantir a paz social”, afirmou Wilson Filho.

PB GOV