Os bens declarados são os que constam, até a madrugada desta terça-feira (9), no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A página detalha as informações de quem pediu registro à Justiça Eleitoral. Ao fazer o pedido, os candidatos a todos os cargos disputados no país precisam indicar o patrimônio, que é analisado pelo TSE antes de a candidatura ser oficializada.

A candidata a vice-Presidência com maior patrimônio declarado é a senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP), com R$ 12,9 milhões em bens. Na declaração, a maior parte do montante está em aplicações e investimentos, no total de R$ 5,5 milhões. Mara é candidata a vice na chapa da também senadora Simone Tebet (MDB-MS), que declarou R$ 2,3 milhões em bens.

Confira abaixo o valor declarado por cada candidato:

  • Mara Gabrilli (PSDB): R$ 12.897.348,70 – chapa de Simonte Tebet (MDB-MS)
  • Tiago Mitraud (Novo): R$ 1.925.867,27 – chapa de Felipe D’Avila (Novo)
  • Geraldo Alckmin (PSB): R$ 1.005.728,42 – chapa de Luiz Inácio Lula da Silva (PT)
  • Antonio Alves (PCB): R$ 13.300,00 – chapa de Sofia Manzano (PCB)
  • Samara Martins (Unidade Popular): R$ 3.364,55 – chapa de Leonardo Péricles (Unidade Popular)
  • Fátima Pérolla Neggra (PROS): nenhum bem cadastrado – chapa de Pablo Marçal (PROS)
  • Raquel Temembé (PSTU): nenhum bem cadastrado – chapa de Vera Lucia (PSTU)

No ranking dos maiores valores, o deputado federal Tiago Mitraud (Novo-MG) vem logo após Mara Gabrilli, com R$ 1,9 milhão em bens, a maior parte em uma aplicação de renda fixa. Ele é candidato a vice-Presidência na chapa de Felipe D’Avila (Novo)

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB) aparece em terceiro lugar, com R$ 1 milhão em bens declarados. Ele busca a vaga na chapa do candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Em seguida, estão Antonio Alves (PCB), com R$ 13,3 mil, candidato na chapa de Sofia Manzano (PCB); e Samara Martins (Unidade Popular), candidata na chapa de Leonardo Péricles (Unidade Popular), com R$ 3,3 mil.

Nenhum bem cadastrado

As candidatas a vice Fátima Pérolla Neggra (PROS) e Raquel Temembé (PSTU) não possuem nenhum bem cadastrado, conforme informado ao TSE. Fátima está na chapa do candidato à Presidência Pablo Marçal, que declarou R$16,9 milhões em bens. Raquel está na chapa de Vera Lucia (PSTU).

 

Portal Correio