Foto: Paraibaonline

O presidente estadual do PT na Paraíba, Jackson Macedo, avaliou como positiva a participação de Lula no guia eleitoral da Paraíba e disse que não pretende adotar ações jurídicas pelo uso da imagem do ex-presidente por outros candidatos.

Segundo ele, do ponto de vista político acha muito importante porque Lula lidera todas as pesquisas,  com a perspectiva de vitória, e os candidatos tendem a se aproximar mais do presidenciável, inclusive, afirma Macedo, os candidatos que até bem pouco tempo eram adversários.

“Ou em outros casos diziam que a polarização política fazia mal ao Brasil e defendiam uma terceira via. Com a perspectiva de vitória, se tem a aproximação desses candidatos e candidatas à candidatura de Lula. Isso é uma avaliação política”, disse.

Já sobre o ponto de vista jurídico, Macedo afirmou que tem um entendimento, assim como a Justiça de Pernambuco, que deu ganho de causa ao PSB sobre que a imagem de Lula deve ser usada exclusivamente onde estiver a coligação estadual na qual o PT faça parte.

“Mas isso é um debate jurídico e não sou eu quem está fazendo. Têm pessoas para cuidar disso, mas do ponto de vista político, lógico que é muito importante ter a expansão da imagem do presidente Lula, inclusive em candidaturas proporcionais que acham importante a gente devolver o Brasil ao povo brasileiro”, destacou.

Macedo minimizou o fato de Lula aparecer também no guia do governador João Azevêdo (PSB), candidato à reeleição, uma vez que o apoio foi dado ao candidato Veneziano Vital do Rêgo.

Para ele, o PT vai buscar vencer as eleições e por isso que os partidários estão numa luta desde de janeiro.

“Eu tenho a avaliação que nós vamos ganhar essas eleições. Esse é o nosso objetivo maior. Uma judicialização não é uma característica minha nem desta direção estadual do PT. Quem gosta muito de judicializar decisão política é a turma do PT que está votando no outro candidato. São os que abriram dissidência contra o PT”, destacou.

 

Paraíba Online