No dia 2 de outubro, cada brasileiro apto a votar deve escolher cinco candidatos: presidente, senador, governador, deputado federal e deputado estadual ou distrital (saiba mais abaixo). Com a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de proibir aparelhos celulares na cabine de votação, para garantir o sigilo na hora da escolha, uma “cola eleitoral virtual” pode ajudar.

No site da Justiça Eleitoral, a ferramenta permite anotar os números dos candidatos, na ordem em que se vota. Depois, é só imprimir e levar para a cabine.

Ao todo, são 16 dígitos para registrar na urna eletrônica:

Deputada ou deputado federal: 4 dígitos
Deputada ou deputado estadual ou distrital (no DF): 5 dígitos
Senadora ou senador: 3 dígitos
Governadora ou governador: 2 dígitos
Presidenta ou presidente: 2 dígitos

 

G1