Mayara Rocha (Foto: Divulgação)

A atleta paraibana Mayara Rocha vai disputar o Campeonato Sul-Americano de Powerlifting & Bench Press 2022, que acontece esta semana na cidade de Caçador, em Santa Catarina. Atual campeã brasileira nas duas modalidades que vai disputar (Raw e Powerlifting Equipado), Mayara viajou neste domingo (4), levando na bagagem o sonho de representar bem Campina Grande e a Paraíba, e de conquistar medalha na competição.

O campeonato, considerado o maior da América Latina, receberá 240 atletas de 11 países (Brasil, Colômbia, Suriname, Uruguai, Argentina, Bolívia, Equador, Chile, Peru, Guiana e Paraguai) e irá acontecer de 6 a 11 de setembro. De acordo com a Federação Sul-Americana de Powerlifting – FESUPO, participarão da competição os melhores atletas do continente, neste esporte de força, que ultrapassa cargas de 350 Kg.

A abertura acontece nesta quarta-feira (7), às 20h, na arena da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP) e as disputas começam no mesmo dia, às 8h. Mayara vai competir no dia 7, na modalidade Raw; e no dia 10, no Powerlifting Equipado. Esta será a primeira vez que Mayara vai competir nas duas modalidades em uma mesma competição. “Disputar as duas modalidades numa só competição será um desafio para mim. Outro desafio vai ser o corte de peso para as duas competições, pois precisarei de peso corporal de até 47 quilos para as duas modalidades”, disse a paraibana.

Para esta competição Mayara Rocha contará com o apoio do Cf Brabo, BetPix 365, Laury Temperos, Clélio Cabral, Redepharma Naturais, Roval, Laboremus, Recover Fisioterapia, Denner, Centro Médico Buriti e Ayrton Osteopata.

A atleta

Mayara Rocha Soares tem 29 anos, é natural de Campina Grande, membro da Seleção Brasileira de Levantamento de Peso Olímpico – LPO (2018); tetracampeã paraibana; vice-campeã brasileira; membro da delegação da Seleção Brasileira de Levantamento de Peso que disputou o Panamericano em Santo Domingo, na República Dominicana; Medalha de Bronze no Campeonato Brasileiro de Levantamento de Peso Olímpico; 3ª colocada no Mundial Crossfit Liftoff; 4ª colocada no Campeonato Brasileiro de LPO 2021, medalhas de ouro e de prata no Campeonato Brasileiro de Powerlifting 2021, tetramedalhista no Sul Americano de Powerlifting 2021 (duas medalhas de prata e duas de bronze), Campeã no Campeonato Brasileiro de Powerlifting 2022, Campeã Brasileira de Powerlifting Equipado 2022, Campeã e título de melhor atleta do Arnold Classic South América 2022, detentora de três recordes nacionais no Powerlifting Equipado 2022 e 5º melhor Agachamento do Mundo, no Campeonato Mundial de Powerlifting 2022, disputado em Sun City, na África do Sul.

 

Portal Correio