Foto: Portal Litoral

Um homem com licença de CAC (Colecionador, Atirador e Caçador) para andar armado, matou a ex-esposa e o filho de um ano dela a tiros de fuzil em plena luz do dia numa movimentada avenida do Parque São Rafael, na Zona Leste de São Paulo. A mulher tinha acabado de sair de uma escolinha infantil onde pegou a criança que morreu e um outro filho, de três anos, que ficou ferida, cujo pai é o assassino.

Imagens de câmeras de segurança mostram o homem parando um Fiat Mobi cinza na rua José de Araújo Vieira, próximo ao carro da antiga companheira, um Fiat Uno branco. Ele dá vários tiros no veículo, mas a vítima consegue arrancar. No entanto, baleada, ela bate em um poste, momento em que o criminoso vai até a janela com a arma longa, no meio da rua, e dá vários outros tiros nela e nas crianças que estavam junto. O filho do casal também foi baleado e encaminhado para Hospital Santa Marcelina.

O assassino sai andando, enquanto as pessoas, assustadas, se escondem, já que a via é muito movimentada. Ele teria tirado a camisa e dito a populares que “poderiam chamar a polícia para prendê-lo em flagrante”, enquanto segurava o fuzil e o documento que o autorizava a portá-lo.

Ao ser detido, em meio à confusão, a arma longa foi levada por uma pessoa que a polícia não sabe se se trata de um comparsa ou apenas alguém que viu a oportunidade de pegá-la e assim o fez. Ainda não há informações sobre o estado de saúde da criança que foi hospitalizada.

 

Fonte: Revista Forum