O bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, reafirmou na 6ª feira (16.set.2022) seu apoio à reeleição de Jair Bolsonaro (PL) à Presidência da República.

O líder religioso, que também é dono da TV Record, disse que “pautas apoiadas pela esquerda” são “incompatíveis com o pensamento evangélico” e conflitam com “princípios bíblicos”.

A declaração é reação à notícias publicadas pela imprensa nos últimos dias afirmando que Macedo estaria ensaiando apoio à candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), do qual já foi próximo no passado.

O site Intercept Brasil publicou na 5ª feira (15.set) reportagem com o título: “Edir Macedo se prepara para abandonar Bolsonaro”. O bispo classificou a notícia como fake news.

Em artigo publicado no site da Universal, a igreja afirma que “não impõe a seus membros que votem em um ou outro candidato”, mas pede aos religiosos que votem com “consciência”, em um aceno a Bolsonaro.

“Tão importante quanto escolher presidente e governador, são as eleições de deputados federais, estaduais, distritais e de senadores — pois são eles os responsáveis por aprovar ou rejeitar leis que afetam todo o Brasil”, diz a igreja.

PODER 360