O candidato a presidente da Reoública, Padre Kelson (PTB), literalmente se uniu ao presidente Jair Bolsonaro (PL) durante debate no SBT, na noite deste sábado (24).

Em um dos momentos do debate, o candidato do PTB, alegou que o outros adversários estavam mirando o mandatário.

“Eu estou vendo aqui todos os cinco atacando o presidente. Todos contra um. Agora eu quero dizer que são cinco contra dois”, disse o religioso afirmando que é de partido de direita.

Antes, Padre Kalmon e Bolsonaro fizerem um debate onde se posicionaram sobre ataques a religiosos na Nicarágua  governada por Daniel Ortega que governa o país a 20 anos.  Para “não ocorrer o mesmo no Brasil” padre Kelmon defendeu união dos cristãos. Para ele, a esquerda não tem se posicionado sobre o caso.

Mais adiante, Pzdre Kelson alegou que Bolsonaro estava sofrendo um massacre no debate e defendeu Bolsonaro e a politica econômica do atual govermo. “Será que o presidente não fez algo de bom pelo país. Vocês só veem maldade”

MaisPB