Um dia depois de confirmado o segundo turno em uma eleição que será decidida este mês entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o governo vai antecipar o pagamento do Auxílio Brasil para a próxima terça-feira, dia 11 de outubro. O cronograma original estava previsto para o dia 18.

Em setembro, 20,6 milhões de pessoas receberam o benefício. Junto com o Auxílio Brasil, que é de R$ 600 por família, o Ministério da Cidadania também pagará um adicional de R$ 200, batizado de Bônus de Inclusão Produtiva Urbana, para membros das famílias beneficiadas que conseguiram emprego com carteira assinada. Devem ser contempladas entre 20 mil e 30 mil pessoas.

Também existe a expectativa de a Caixa Econômica Federal passar a oferecer, na próxima semana, empréstimo consignado para quem está inscrito no Auxílio Brasil. Os juros serão inferiores ao teto fixado pelo governo, de 3,5% ao mês.

Além disso, é esperado para este mês o pagamento do Auxílio Gás, no valor de R$ 110. O pagamento é bimestral.

Em outra frente, o Ministério do Trabalho e Previdência estuda antecipar o benefício de R$ 1 mil para caminhoneiros e taxistas. O cronograma de pagamento está previsto para o dia 22 de outubro.