R7

O mundo do MMA está mais uma vez de luto. Neste domingo (13) foi anunciada a morte de um dos lutadores mais conhecidos pela força de seus socos, Anthony ‘Rumble’ Johnson, aos 38 anos de idade.

O falecimento do lutador foi noticiado inicialmente pelas redes sociais e confirmado posteriormente por fontes especializadas como o MMAFighting, o MMAJunkie e o Yahoo Sports no decorrer do dia, assim como postagens de pessoas como o agente do ex-UFC e Bellator, Ali Abdelaziz.

Segundo informações do Yahoo, a causa da morte de ‘Rumble’ teria sido falência múltipla dos órgãos decorrente de um linfoma não-Hodgkin e de linfohistiocitose hemofagocística, uma doença rara que atinge o sistema imunológico. Segundo declarações de pessoas ligadas a Johnson, o lutador decidiu se afastar do MMA por conta de uma ‘doença’ que, à época, não estava especificada.

A carreira de Anthony ‘Rumble’ Johnson teve momentos de altos e baixos. O lutador chegou pela primeira vez em 2007 ao Ultimate e passou por vários problemas com o peso durante esta passagem inicial, chegando a lutar nos meio-médios. Uma derrota para Vitor Belfort em 2012 causou sua primeira saída da organização.

Fora do UFC, ‘Rumble’ se reinventou como meio-pesado e teve sucesso no antigo WSOF antes de seu retorno ao octógono, em 2014. Se consagrando com nocautes em Rogério Minotouro e Alexander Gustafsson, o americano teve sua primeira chance de tentar o cinturão da categoria em 2015, sendo finalizado por Daniel Cormier.

Depois da derrota, obteve três vitórias seguidas, sobre Jimi Manuwa, Ryan Bader e Glover Teixeira antes de desafiar Cormier novamente em 2017 pelo cinturão meio-pesado e novamente ser derrotado por ‘DC’. Após esta luta, Johnson anunciaria a sua aposentadoria do MMA para se dedicar a negócios ligados à plantação de maconha.

Mas seu afastamento das lutas não duraria muito. Após, se aventurar no grappling, ‘Rumble’ foi contratado pelo Bellator, por onde fez apenas uma luta, vencendo ‘Gugu’ Azevedo em maio de 2021. O lutador iria participar do torneio dos meio-pesados, mas os problemas de saúde o impediram disto.

IG