Pais são presos por forçar criança de 12 anos casar por 3.000€ na Espanha

Menor tinha sido ‘vendida’ pelo equivalente a R$ 17 mil para se casar em Granada

A Guardia Civil espanhola deteve a mãe e o padrasto de uma adolescente, de 12 anos, de Malagón, que ia ser obrigada a casar em troca de 3.000 euros (cerca de R$ 17 mil), em Granada, na Espanha.

Em comunicado, esta segunda-feira (26), a Guardia Civil revela que a operação teve início no final do mês passado, quando teve conhecimento de alguns menores da localidade de Malagón que poderiam estar em situação de abandono.

“De acordo com a informação recebida pelos agentes, uma dessas menores tinha declarado no seu ambiente social que estava recebendo agressões físicas regulares da sua mãe e que não queria estar em casa”, relatou a polícia.

Durante as investigações, a Guardia Civil manteve contato com o círculo social e com a escola da menor e verificou que “os menores não tinham ido à escola e que, depois disso, a mãe e o padrasto da garota tinham se deslocado ao estabelecimento para pedir a saída da menor, pois, segundo eles, ela tinha mudado de cidade”.

“Ao mesmo tempo, a partir das averiguações que efetuaram junto do círculo de amigos da menor, os agentes puderam descobrir que ela tinha contado a eles que os seus pais a iam casar por 3.000 euros”, informa.

Por esta razão, os agentes procederam à detenção dos suspeitos. No momento da detenção, “o padrasto trazia 3.800 euros num dos bolsos das calças, afirmando que esse dinheiro tinha sido ganho na época da colheita de azeitonas, mas os agentes verificaram que essa afirmação era falsa”.

POR NOTÍCIAS AO MINUTO BRASIL