Operação da PF apura produção de vídeo com abuso sexual infantil na PB

A Polícia Federal prendeu, na manhã desta quinta-feira (07), um homem suspeito de crimes sexuais contra crianças através da internet. A ação faz parte da Operação UNMASKED. A investigação teve início após informações sobre um vídeo com um suspeito abusando sexualmente de uma criança.

O autor do abuso já havia sido preso em fevereiro. Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão à época, foram apreendidos equipamentos eletrônicos usados na divulgação dos abusos.

Hoje, a PF cumpriu o segundo mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça Federal, em razão dos crimes objeto da investigação conduzida pela Polícia Federal na Paraíba;

O investigado responderá pelos crimes de estupro de vulnerável, produção, armazenamento e divulgação de material de abuso sexual infantojuvenil, cuja penas somadas chegam a 33 anos de prisão, sem prejuízo da descoberta de outros crimes mais graves praticados a partir da análise do material digital apreendido.

O nome da ação policial, UNMASKED, que significa desmascarado, faz referência ao uso de máscara pelo abusador nas imagens criminosas disseminadas e à rápida e efetiva atuação policial, que “desmascarou” o autor do crime.

MaisPB