PF vasculha 18 endereços e põe tornozeleiras eletrônicas em financiadores do 8 de janeiro

© Tânia Rêgo / Agência Brasil

As diligências são cumpridas nos Estados de Paraná (7), Goiás (1), Mato Grosso (1), São Paulo (7) e Rondônia (2)

Polícia Federal (PF) abriu nesta quinta-feira, 23, a etapa 27 da Operação Lesa Pátria, no rastro de financiadores dos atos golpistas de 8 de janeiro de 2023. Agentes foram às ruas para vasculhar 18 endereços em cinco Estados, além de instalar tornozeleiras eletrônicas em dois suspeitos.

As diligências são cumpridas nos Estados de Paraná (7), Goiás (1), Mato Grosso (1), São Paulo (7) e Rondônia (2). As ordens foram expedidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que ainda determinou o bloqueio de bens dos investigados no valor de até R$ 40 milhões.

Permanente, a Operação Lesa Pátria apura supostos crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.
Por NOTÍCIAS AO MINUTO – Estadão Conteúdo