Robinho conserta TV na prisão e participa de Clube do Livro, diz jornal

0
8

O advogado do ex-jogador, Mario Rosso Vale, contou que o ex-atleta tem se mantido ocupado na carceragem

O ex-jogador Robinho, 40, condenado na Itália a nove anos de prisão em regime fechado pelo crime de estupro, está preso desde o dia 22 de março no presídio de Tremembé, no interior de SP, após o STJ (Superior Tribunal de Justiça) ter homologado a sentença e determinar o cumprimento da pena no Brasil.

Segundo o jornal inglês The Sun, a vida dele dentro da cadeia tem sido tranquila. À publicação, o advogado do ex-jogador, Mario Rosso Vale, contou que o ex-atleta tem se mantido ocupado na carceragem.

“Robinho está mantendo a cabeça baixa e seguindo em frente silenciosamente. Ele está sendo um presidiário exemplar e não teve problemas com outros presos. Ele está se mantendo ocupado”, disse.

Conforme relato do advogado, Robinho se inscreveu em um curso de eletrônica e está aprendendo a consertar TVs e rádios. “Ele tem que fazer 600 horas de aprendizado remoto para se qualificar nessa área. É difícil dizer se ele está gostando ou não, mas está ajudando a passar o tempo”, afirmou.

Só após cumprir toda a carga horária que ele poderá passar por uma prova. Caso seja aprovado, poderá solicitar redução da pena. A cada 12 horas trabalhadas, um dia a menos na cadeia. Dessa forma, Robinho poderia reduzir em 50 dias sua condenação.

Além disso, a publicação afirma que o ex-jogador virou membro de um Clube do Livro e teria se oferecido a dirigir um programa que distribui 500 livros por mês aos presos.

O futebol também segue sendo jogado. Em abril, ele fez sua primeira partida entre os presos da unidade, que providenciaram um par de chuteiras e levaram o ex-jogador do Santos, do Real Madrid e da seleção brasileira para o campo de terra batida.

POR FOLHAPRESS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui