Menos de um mês depois da chegada, Vasco decide pela demissão de Álvaro Pacheco

0
10

Com três derrotas em quatro partidas, técnico Álvaro Pacheco deve ter a sua demissão oficializada pelo Vasco nesta quinta-feira

O técnico Álvaro Pacheco está com os dias — ou horas — contadas no Vasco. Depois da terceira derrota em quatro jogos pelo clube, o técnico português não vai seguir no Cruz-Maltino.

Agora, restam apenas detalhes burocráticos e financeiros para serem resolvidos antes da oficialização da saída do treinador, que não está no cargo a nem sequer um mês. A informação foi dada inicialmente pelo ge.

Após a derrota por 2 a 0 para o Juventude, na noite desta quarta-feira (19), no Alfredo Jaconi, o Vasco decidiu pela demissão do técnico.

No entanto, como Pedrinho, presidente da Associação e agora controlador da SAF, não estava em Caxias do Sul, o anúncio da saída de Álvaro Pacheco só deve acontecer após um encontro entre os dois no Rio de Janeiro.

Até lá, a diretoria do Vasco vai analisar o que pode ser com a multa rescisória de Álvaro Pacheco. De acordo com o canal Atenção, Vascaínos, a multa do técnico português é todo o seu contrato.

Ou seja, o Cruz-Maltino teria que pagar todo o restante do acordo com o treinador, que tem contrato com o clube até o fim de 2024. O Vasco, é claro, espera conseguir negociar o valor ou a forma de pagamento.

Álvaro Pacheco concedeu coletiva após derrota

Mesmo com a decisão de demitir Álvaro Pacheco, o técnico ainda concedeu entrevista coletiva como técnico do clube. No entanto, a conversa com os jornalistas só começou mais de uma hora após o fim da partida, o que já fez começarem alguns rumores sobre a sua demissão. No entanto, o treinador despistou sobre a decisão e ainda afirmou que não desistiria do seu trabalho no Vasco.

– Não vim mais cedo porque estava esperando me chamarem e, quando me chamaram, eu vim. Não aconteceu nada, e eu não sou um treinador de desistir. Em todos os momentos da nossa vida tem momento bons e momentos ruins, e nos momentos de fracasso temos que nos tornar mais fortes. Vou me tornar muito mais forte como treinador. Eu acredito muito naquilo que eu trabalho, naquilo que eu estou desenvolvendo com o elenco e acredito que os resultados vão aparecer na forma que nós estamos e da forma que nós treinamos. Então temos que continuar e focar naquilo que é o trabalho, só o trabalho pode nos tirar dessa situação – disse Álvaro Pacheco.

Álvaro Pacheco foi anunciado pelo Vasco no dia 21 de maio, mas só passou a comandar os treinos no clube três dias depois. Logo na sua estreia, o Cruz-Maltino levou uma goleada histórica do Flamengo por 6 a 1, no Maracanã. Na sequência, o Vasco perdeu por 2 a 0 para o Palmeiras e empatou por 0 a 0 com o Cruzeiro, no último domingo, em São Januário.

Após esta última partida em São Januário, o técnico Álvaro Pacheco já havia passado a ser questionado pelos torcedores. Ele escutou gritos de “burro”e foi vaiado após o empate com o Cruzeiro. Ao comentar a situação, o português relembrou a expressão “nós treinadores temos que estar sempre com as malas prontas”.

Quem vai comandar o Vasco?

Sem Álvaro Pacheco, o Vasco já volta a campo no próximo sábado (22), às 21h30 (horário de Brasília), contra o São Paulo, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro. Como provavelmente o clube ainda não terá um novo treinador, o time deve ser comandado por Rafael Paiva, que comandou o clube em quatro partidas antes da chegada de Álvaro Pacheco, ou por Felipe, novo diretor-técnico do clube.

Por Trivela

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui