De pastel de pamonha a drink de ‘leite de onça’: conheça comidas ‘diferentonas’ do São João de Campina Grande

0
6
Pastel de Pamonha é um dos pratos inusitados no São João 2024 de Campina Grande — Foto: Erickson Nogueira/g1

g1 fez um tour no Parque do Povo e encontrou comidas e drinks de nomes inusitados que fazem sucesso entre os forrozeiros que visitam o Maior São João do Mundo.

Entre os vários atrativos do São João de Campina Grande, estão as comidas que possibilitam uma verdadeira experiência gastronômica. O g1 fez um tour no Parque do Povo e encontrou comidas e drinks de nomes inusitados que fazem sucesso entre os forrozeiros que visitam o Maior São João do Mundo.

De pastel de pamonha a drink de “leite de onça”, há várias opções para lá de inusitadas que misturam criatividade com ingredientes especiais, como o milho, prato rei nas festas juninas (confira algumas opções abaixo).

Pastel de Carne com Açúcar

O salgado/doce queridinho do momento, principalmente entre os turistas que visitam Campina Grande, é o pastel de carne com açúcar, que ficou ainda mais famoso em todo o Brasil depois da paraibana Juliette falar sobre ele em suas redes sociais.

O pastel de carne com açúcar é bastante consumido em Campina Grande por ser também uma das opções mais tradicionais de uma doceria localizada na cidade – a própria Juliette ao falar sobre a comida se referiu ao estabelecimento que fica no Centro da Rainha da Borborema.

A receita se popularizou e recentemente o pastelzinho de carne com açúcar foi reconhecido como patrimônio imaterial da paraíba. No São João 2024, vários estabelecimentos estão surfando a onda de popularidade do pastelzinho açucarado, e o oferecendo em seus cardápios.

Pastel de Açúcar, patrimônio imaterial da Paraíba, é vendido no Parque do Povo, em Campina Grande — Foto: Erickson Nogueira/g1

Cláudia Fonseca, proprietária de uma pastelaria que está com quiosque fixo no Parque do Povo durante os festejos juninos, relatou ao g1 que resolveu testar a experiência de vender o pastel de açúcar após a repercussão da receita. No estabelecimento, o pastel é vendido no tamanho padrão dos demais. Ou seja: serve mais de uma pessoa.

“Resolvemos testar a experiência de também ter o pastel de açúcar. Então fizemos e foi um sucesso, mesmo sendo grande, porque é um pastel que compartilha com a família, que come em família”, relatou.

A receita que ainda é inusitada para quem não mora na Paraíba chama a atenção e conquista os turistas que visitam o Parque do Povo pelo contraste de sabores. A massa, untada com açúcar, é recheada com carne.

“[Os clientes] amam, principalmente os turistas. Eles veem no cardápio pastel de carne com açúcar e ficam meio receosos. E quando provam, aí um passa para o outro, comenta que gostou na mesma mesa, e quem não pediu passa a pedir, e é assim. É um sucesso realmente, e é muito gostoso, realmente, é muito bom”, diz a proprietária do estabelecimento.

Pastel de açúcar por fora da massa e carne no recheio, e é vendido no São João 2024 de Campina Grande — Foto: Erickson Nogueira/g1

Pastel com recheio de pamonha

Para quem ama pastel mas prefere experimentar comidas com milho, ingrediente base de vários pratos juninos, tem uma opção pra lá de diferente: o pastel com recheio de pamonha.

Nesse caso, a massa do pastel é salgada, mas é untada com açúcar e tem como recheio a própria pamonha, prato típico do Nordeste feito à base de milho. Quem come o recheio do pastel, portanto, experimenta o sabor da pamonha.

O comerciante Antônio Gonçalves Felipe explica que e receita passou por testes durante cerca de 40 dias.

“É papel nosso trazer e descobrir novos recheios. Para o São João não poderia ser diferente. A gente queria trazer uma visão de pastel diferente. E aí surgiu a ideia do pastel de pamonha. Foram quase 40 dias de testes de milho, canjica, até chegar o pastel de pamonha. O pessoal quando vê no cardápio estranha também, mas tem uma saída muito forte. Você tem noção, é um dos pastéis doces hoje mais pedidos aqui na nossa barraca”, explica.

Assim como várias outras receitas que misturam o sabor do milho com comidas como pastel e pizza, o pastel com recheio de pamonha já é conhecido em Campina Grande.

“O pessoal da cidade já conhece, então já pede. O turista quando chega aqui olha, dá meio que uma assustada, como assim, sol, salgado, doce, como é que fica? A gente sempre tem um pastelzinho pronto para o cliente sempre dar uma olhada e ver se de fato vai agradar o paladar dele”, diz o comerciante.

Pastel de Pamonha é um dos pratos inusitados no São João 2024 de Campina Grande — Foto: Erickson Nogueira/g1

Pizza com recheio de canjica

Outra opção para quem ama um lanche mas também não deixa de lado as comidas de milho na época do São João é a pizza com recheio de canjica, prato típico nordestino.

Assim como o pastel de pamonha, a pizza de canjica une tradição e criatividade, e é fruto de planejamento e muita estratégia dos empreendedores envolvidos.

O pizzaiolo Pablo Miguel Domínguez Ramos explica que a pizza com recheio de canjica surgiu após a empresa decidir criar uma novidade para o São João de Campina Grande com algum ingrediente típico das festas juninas (que neste caso, também é o milho).

“A gente se reuniu com a empresa e decidiu criar alguma novidade pro São João, alguma coisa típica. A gente trabalha com pizza, então pensou em colocar um sabor junino, que seria pamonha e canjica, aí trouxe esse sabor para cá”, explica.

O prato é novidade na edição 2024 do São João de Campina Grande. Muitas pessoas da cidade experimentam por curiosidade, e os turistas acabam querendo provar para viver uma experiência gastronômica.

“É uma novidade, e toda novidade gera uma atenção do pessoal. E o pessoal gostou, ficou muito gostoso, é uma pizza gostosa. Eu recomendo. Fico feliz porque não imaginava que chegaria a esse alcance, e fico feliz pelo sucesso que a pizza tá fazendo”, finaliza.

Pizza com recheio de canjica é vendida no Parque do Povo, em Campina Grande — Foto: Erickson Nogueira/g1

Drinks de “leite de onça”, “bom que dói” e mais

Já entre as bebidas, há várias opções de drinks alcoólicos cujos nomes são inusitados e as receitas, muitas vezes, são secretas.

Drink de “leite de onça” é servido no Parque do Povo, em Campina Grande — Foto: Bruna Couto/g1

É o caso do drink “Xoxota”, que chama atenção de quem passa no quiosque da Miau. A proprietária do local explica que a bebida leva vodka, vinho e outros ingredientes que seguem “em segredo há 25 anos”. É o mistério e o nome pra lá de inusitado que faz milhares de forrozeiros provarem o drink.

Outra opção que também faz muito sucesso é o “Bom que Dói”. A bebida também dá nome ao quiosque de Dona Fia, que trabalha no Maior São João do Mundo há mais de 30 anos.

Milhares de campinenses e turistas que passam pelo Parque do Povo durante a festa têm o quiosque Bom que Dói como point oficial, e não deixam de experimentar o drink.

Fia, proprietária do “Bom Que Dói” e forrozeiros no São João 2024 de Campina Grande — Foto: Bruna Couto/g1

E há também quem tome “Juízo” ou “Leite de Onça”. Este segundo custa R$ 3,00 a dose e R$ 12,00 na garrafa.

Por g1 PB 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui