Paraíba tem 18 reservatórios em situação crítica, aponta relatório da Aesa

0
580
Açude Engenheiro Ávidos, conhecido como 'Boqueirão', em Cajazeiras, tem 30,93%. (Foto: Isaías Oliveira)

A Paraíba tem, atualmente, 56,23% de sua capacidade de armazenamento, o que corresponde a 2.286.369.447 metros cúbicos nos açudes monitorados pela Aesa-PB.

A Paraíba tem 18 reservatórios em situação considerada crítica, ou seja, com menos de 5% da capacidade de armazenamento. Cinco deles, têm menos de 1% e outro zerou completamente. Os dados são da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa-PB).

Os açudes em situação crítica são Jeremias, no município de Desterro, que secou completamente; Bastiana, em Teixeira, com apenas 0,02%; Cacimbinha, em São Vicente do Seridó, com 0,04%; Livramento (Russos), em Gurjão, com 0,79%; Prata II, na cidade de Prata, com 0,93,%; e Sabonete, em Teixeira, com 0,10%.

O estado tem, atualmente, 56,23% de sua capacidade de armazenamento, o que corresponde a 2.286.369.447 metros cúbicos nos açudes monitorados pela Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa-PB). A capacidade total é de 4.065.840.889 metros cúbicos.

Dos 135 açudes que a Aesa-PB monitora, 17 estão sangrando; 82 estão em normalidade, com volume acima de 20%, e 18 estão em observação, com menos de 20% da capacidade.

Confira os açudes em situação crítica

  • Bastiana, em Teixeira – com 0,02%
  • Cacimbinha, em São Vicente do Seridó, com 0,04%
  • Coronel Jueca, em Cacimbas, com 3,49%
  • Curimataú, em Barra de Santa Rosa, com 3%
  • Gurjão, em Gurjão, com 4,40%
  • Jeremias, em Desterro – 0%
  • Lagoa do Meio, em Taperoá, com 3,46%
  • Livramento (Russos), em Gurjão, com 0,79%
  • Ouro Velho, em Ouro Velho, com 1,35%
  • Prata II, em Prata, com 0,93,%
  • Roçado, em Conceição, com 2,27%
  • Sabonete, em Teixeira, com 0,10%
  • Serrote, no município de Monteiro, com 3,70%
  • São Francisco II, em Teixeira, com 4,87%
  • São José III, em São José dos Cordeiros, com 1,70
  • São Mamede, na cidade de São Mamede, com 4,36
  • Taperoá II (Manoel Mrcionilo), em Taperoá, com 1,81%
  • Várzea, no município de Várzea, com 2,15%.
Imagem: Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui