Soldado é morto em ataque com faca em shopping de Israel; agressor é baleado

0
505

O agressor foi morto a tiros, disseram autoridades

Um soldado israelense foi morto e uma segunda pessoa ficou ferida em um ataque com faca dentro de um shopping na cidade de Karmiel, no norte de Israel, nesta quarta-feira (3). O agressor foi morto a tiros, disseram autoridades.

Em comunicado, o Ministério da Defesa de Israel identificou a vítima como Aleksandr Iakiminskyi, um sargento de 19 anos que integrava o Exército israelense. Autoridades disseram que investigavam os esfaqueamentos como suspeita de ataque terrorista, e a polícia deteve parentes do autor das agressões.
“O agressor, cuja identidade ainda é desconhecida, foi neutralizado, e sua morte foi confirmada pela equipe médica”, disse Shuki Tahauka, comandante da polícia local.

Posteriormente, o site de notícias Ynet de Israel nomeou o suspeito como Joud Rabia. O agressor seria morador de Nahaf, uma cidade israelense onde muitos membros de sua minoria árabe vivem.

Segundo Ran Moskowitz, porta-voz dos serviços médicos, os dois homens atacados, incluindo o soldado, foram levados ao hospital. A segunda vítima continua internada em estado grave.

Um vídeo que foi compartilhado nas redes sociais e visto pela agência de notícias Reuters mostra dois homens deitados imóveis no chão do shopping enquanto as pessoas tentavam prestar cuidados médicos.

Pelo menos um dos homens recebendo cuidados estava vestindo um uniforme verde. Um terceiro homem, não uniformizado, estava deitado imóvel a uma curta distância. Ninguém estava prestando cuidados a ele.

Imagens gravadas por uma câmera de segurança de uma loja, também publicada nas redes sociais, mostram parte da ação. Na gravação, é possível ver o momento em que agentes de segurança apontam armas em direção ao suspeito.

Não houve reivindicação de responsabilidade de nenhum grupo, embora oJihad Islâmica tenha descrito o ataque como uma “operação heroica” em uma postagem na plataforma Telegram.

Desde que eclodiu a guerra contra o Hamas na Faixa de Gaza, em 7 de outubro de 2023, vários incidentes semelhantes foram r egistrados em cidades israelenses.

Israel está conduzindo uma ofensiva militar em Gaza em retaliação ao ataque liderado pelo Hamas no sul de Israel, com o registro de quase 1.200 mortos. Desde então, a reação israelense deixou 37.953 pessoas mortas em Gaza e outras 87.266 feridas, segundo o Ministério da Saúde local, controlado pelo Hamas.

POR FOLHAPRESS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui