O período eleitoral está chegando a sua reta final, faltando portanto, poucos dias para a escolha dos novos representantes do povo nas câmaras municipais e para a escolha dos novos administradores dos munícpios. Neste momento começam a surgir as mais diversas situações que levam as mais diversas pessoas a quadros de verdadeira euforia.

 

Neste final de semana um advogado bastante conhecido em Guarabira, foi detido pela polícia militar, diante de um possível ato de desecato a autoridade policial. Pelo menos foi assim, que o major Silva Ferreira, atuante e velho combante da policia, teria intepretado ao mandar prender o advogado Fábio Meireles, outro bastante conhecido de Guarabira e região.

Fábio que presta serviços a coligação SOMOS TODOS GUARABIRA teria se exautado diante da polícia ao tentar impendir a atuação da força policial, que por oRdem da justiça eleitoral parava um evento de campanha que acontecia no conjunto Alda Pimental e que poderia ter se tornado em uma carreata, ato que estaria proíbido nesta zona, conforme TAC assinada pelos representantes das coligações.

Fica difícil de dizer quem está errado na história, porém, não estou aqui para fazer o papel de juíz, que sim, pode julgar as partes envolvidas diante dos fatos. Mas analisando as imagens dos vídeos que ciRculam nas redes sociais é possível ver que o advogado foi muito além das suas prerrogativas, mesmo sabendo que o ato estaria impedido, talvez para tentar mostrar serviço, tentou “peitar” a força policial e já é constume de alguns policiais militares, também para mostra serviço, não aceitarem a desonra a farda.

As partes comenteram excessos, só questiono, quem poderá defender agora os militares envolvidos no episódio? Dr. Fábio já tem uma grande defesa e os policiais desrepesitados, também cometedores de exessos, tem o amplo direito à defesa.

O pau que quebrar em Chico tem que quebrar também em Francisco.

Fica a Dica.

 

 

 

 

 

Léo Ferreira é estudante de Jornalismo na universidade Estácio de Sá e atua no rádio nas Rádio Rural de Guarabira e Agreste FM de Nova Cruz, RN.

Facebook Comments