Esteve em Cuiabá neste início de semana, entre os dias 27 e 29 de março, o meu amigo e colega de faculdade e de profissão, o Engenheiro Agrônomo Luiz Thadeu Nunes e Silva, que reside em São Luís. O Luiz Thadeu veio a Cuiabá para fazer o pré-lançamento de seu livro “DAS MULETAS FIZ ASAS – A história do viajante que venceu suas limitações e ganhou o mundo”, que trata de sua superação de vida, após sofrer um grave acidente automobilístico no ano de 2003, quando estava indo de táxi de João Pessoa para Fortaleza, onde após o motorista atender o celular, bateu numa carreta, onde o colega Thadeu quebrou a perna, tendo passado durante quatro anos por 43 cirurgias em Natal, São Luís e São Paulo, terminando por ficar com dificuldade para andar, o que o faz com a ajuda de muletas.

Em 2009, mesmo com dificuldades de locomoção, sentindo dores e sem saber falar inglês, começou a andar pelo mundo, estando no Livro dos Recordes Brasil como o sul-americano mais viajado do mundo com mobilidade reduzida, já tendo até o final de 2019 visitado 143 países em todos os continentes, tendo parado temporariamente as viagens em virtude da pandemia, já estando com nove passagens internacionais compradas e adiadas, pretendendo conhecer todos os países do mundo no mais breve espaço de tempo possível.

Ele foi homenageado em novembro de 2019 pelos Correios com um Selo Comemorativo de suas viagens pelo mundo; recebeu do 24º Batalhão de Infantaria de Selva, de São Luís, o Diploma Amigo do Batalhão, entregue em 31 de agosto de 2020, e teve uma exposição fotográfica na Biblioteca Benedito Leite, em São Luís, de suas viagens pelo mundo. Ele é também palestrante motivacional e escreve crônicas semanal em cerca de 20 jornais em vários estados do Brasil, dentre os quais Extra, O Estado do Maranhão e Jornal Pequeno, além de um jornal em Luanda, Angola. Atualmente o Thadeu está aposentado, com 62 anos de idade e resolveu cursar jornalismo, estando no segundo ano de tal curso, sendo um exemplo de superação e tendo como slogan de vida “Terra, aproveite enquanto está em cima dela”.

Paulo Roberto Milhomem Nava
Engenheiro Agrônomo
Cuiabá/MT, de Barra do Corda, MA, residente em Cuiabá.