Nesta quinta-feira (7), o Estudiantes venceu, por 3 a 0, o Fortaleza. Os times se encontraram em La Plata, pela partida de volta das oitavas de final da Copa Libertadores. Com o agregado de 4 a 1, os argentinos avançam na competição e enfrentam o Athletico-PR nas quartas de final.

O jogo começou bastante movimentado pelas duas equipes. Dessa forma, o Estudiantes começou mais no ataque e assustou com Boselli, mas o impedimento foi marcado pela arbitragem. Aos 7, porém, os argentinos abriram o placar com Castro, após lançamento na área.

A situação do Tricolor ficou pior aos 21, quando Yago Pikachu deu uma entrada dura em Boselli e levou o cartão vermelho. Com isso, o Estudiantes ampliou a pressão. Os argentinos chegaram a ampliar o marcador, com Rogel. No entanto, após revisão do VAR, o tento foi anulado por impedimento de Noguera.

MOVIMENTADO!

O jogo voltou ainda mais agitado na segunda etapa. O Estudiantes não deu sossego e, logo no primeiro minuto, ampliou o placar. Castro cabeceou para a meta e balançou as redes. Dez minutos depois, mais um gol dos argentinos. Boeck errou na saída de bola, e Zapiola fez o dele.

​Depois disso, a pressão argentina foi reduzida e poucas chances de perigo foram criadas. O técnico do Estudiantes optou por fazer mudanças na equipe e reduziu a marcação alta. Com isso, o duelo terminou no 3 a 0.

FICHA TÉCNICA
ESTUDIANTES 3 X 0 FORTALEZA

Local: Estádio Jorge Lis Hirschi, em La Plata (ARG)
Data e hora: 07/07/2022 – 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Esteban Ostojich (URU)
Assistentes: Carlos Barreiro (URU) e Pablo Llarena (URU)
VAR: Juan Lara (CHI)
Cartões amarelos: Noguera (Estudiantes); Juninho Capixaba, Moisés, José Welison e Romarinho (Fortaleza)
Cartões vermelhos: Yago Pikachu (Fortaleza)

GOLS: Castro, aos 8’/1ºT (1-0) e aos 1’/2ºT (2-0); Zapiola, aos 11’/2ºT (3-0)

ESTUDIANTES (Técnico: Ricardo Zielinski)

Andújar; Godoy, Rogel, Lollo, Noguera e Más; Jorge Rodríguez (Morel, aos 38’/2ºT), Zuqui (Piatti, aos 32’/2ºT) e Manuel Castro (Rollheiser, aos 33’/2ºT); Boselli (Zapioli, aos 47’/1ºT) e Leandro Díaz (Pellegrino, aos 38’/2ºT).

FORTALEZA (Técnico: Juan Vojvoda)

Marcelo Boeck; Ceballos, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Hércules (Ronald, aos 7’/2ºT), José Welison (Matheus Jussa, aos 34’/2ºT), Lucas Lima (Matheus Vargas, aos 7’/2ºT) e Juninho Capixaba; Silvio Romero (Igor Torres, aos 16’/2ºT) e Moisés (Romarinho, aos 16’/2ºT).

 

 

LANCE