O governador João Azevêdo anunciou a implantação de 11 centros de ensino superior de ensino à distância (EAD) para professores da rede estadual e municipal de ensino e para estudantes em parceria com a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), durante programa Debate sem Censura, da rádio Sanhauá, na tarde desta sexta-feira (22).

De acordo com João, na primeira etapa do programa, serão oferecidas 2 mil vagas para professores do estado e dos municípios, com investimento de R$ 1,5 milhão. Ele explicou que o planejamento da Secretaria de Educação é de que o edital para a seleção dos alunos será publicado até o final do mês e as aulas começarão ainda neste 2º semestre.

João Azevêdo ressaltou que essa parceria entre a Secretaria de Educação e a UEPB ofertará cursos EAD de Espanhol, Letras, História, Filosofia e Pedagogia.

“Fizemos uma parceria com a UEPB para implantar centros de ensino à distância, para que os professores possam obter uma maior qualificação e os estudantes possam fazer um curso superior de forma remota no seu próprio município, sem precisar ir a outra cidade”, explicou.

Os 11 polos EAD serão instalados em João Pessoa, Campina Grande, Monteiro, Picuí ,Guarabira, Itaporanga, São Bento, Livramento, Patos e Piancó. João  apontou outros avanços na educação com a reforma e ampliação de mais de 150 escolas, a construção de 101 ginásios esportivos e a transferência de recursos para as prefeituras construírem 60 novas escolas nos municípios, algumas delas inclusive já concluídas.

“A demonstração de que a educação do Estado está dando certo é a aprovação recorde que registramos no Enem este ano”, afirmou.

Segurança Alimentar

Na área de segurança alimentar, o governador João Azevedo fez um balanço positivo de investimentos que ajudou a população mais pobre a superar o desafiador período da pandemia.

“Se você somar todos os programas Prato Cheio, Tá na Mesa e Restaurante Popular, que saiu de 4 restaurantes em 2018 para 10 este ano, são mais de 1,3 milhão de refeições distribuídas por mês. Também investimos nas compras da produção da agricultura familiar, com 5 mil toneladas de alimentos e distribuímos para as pessoas mais carentes. Depois, fizemos o programa Prato Cheio em parceria com a Arquidiocese, que distribui hoje, só em João Pessoa, 5 mil refeições por dia. Mesmo assim, diante do ressurgimento da fome em nosso país, surgiu a necessidade de criar o Programa Tá Na Mesa com refeições a R$ 1,00, feito em parceria com os restaurantes das próprias cidades, que já chegou em quase 150 municípios e quem só sabe o valor disso é quem luta para conseguir se alimentar pelo menos três vezes ao dia”, explanou.

Mobilidade Urbana

O governador destacou os investimentos de mais de R$ 1,7 bilhão com a construção e restauração de estradas, o asfaltamento da malha urbana de 177 municípios no projeto Travessias Urbanas. “Fico feliz quando a gente consegue implantar um programa que tem uma dimensão tão grande, como esse do Travessias Urbanas”, pontuou.

 

ClickPB