Um professor de 48 anos foi preso suspeito de assédio contra estudantes em uma escola em Campina Grande. As vítimas contaram que o assédio acontecia durante as aulas na Escola Estadual Dom Luiz Gonzaga Fernandes, no bairro das Malvinas. A prisão aconteceu nesta quinta-feira (28).

A iniciativa da denúncia partiu das próprias estudantes que alegaram estar sofrendo com as atitudes do professor. Uma delas, que tem 14 anos chegou a formalizar denúncia na Polícia Civil, acompanhada pela mãe.

“Ele continuava vindo para cima de mim tentando beijar meu pescoço e eu virando rosto e ele não parava de vir para cima de mim. Minha amiga até entrou no meio. Os meninos foram questionar ‘professor o que é isso?’, mas não adiantava. Ele continuava vindo para cima de mim”, disse. A outra colega, que tem 15 anos, relatou situações semelhantes.

A polícia informou que, perto da hora da troca de turno, alguns estudantes tentaram evitar que o professor fosse liberado da escola. Depois de uma conversa que ele teria tido dentro da Diretoria, ele teria se apresentado na delegacia.

O professor de geografia foi ouvido, assim como testemunhas e as adolescentes. Segundo o superintendente da Polícia Civil, Glauber Fontes, ele permanece preso, autuado pelo crime de importunação sexual, que não cabe fiança. Ele deve passar por audiência de Custódia nesta sexta-feira (29).

T5