A população residente em 160 ruas de Campina Grande tem dificuldade para receber correspondências. Os moradores estão há anos nas localidades, mas não há Código de Endereçamento Postal (CEP). Isso mesmo. Um levantamento feito pela prefeitura e divulgado hoje revela que em 22 áreas, entre bairros e loteamentos, não há o código.

A falta de cadastro tem sido objeto de reclamação por parte da prefeitura. Mas as ‘broncas’ partem de quem mora nas comunidades. Muitos esperam há meses a regularização dos cadastros.

Vinte ofícios foram enviados aos Correios, mas até agora, conforme a Secretaria de Planejamento, sem retorno.

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, um dia referência em atendimento e eficiência, há tempos tem enfrentado a apatia.

Veja a lista dos locais onde não há CEP:

– Loteamento Mirante da Serra

– Loteamento Dozinho Barros I / Bairro Três Irmãs

– Loteamento Dozinho Barros II / Bairro Três Irmãs

– Loteamento Altos de Campina / Bairro das Cidades

– Loteamento Jardim Bellagio

– Loteamento Glória I / Bairro Nova Brasília

– Loteamento Glória II / Bairro Nova Brasília

– Loteamento Portal dos Bosques 1.1 / Bairro Serrotão

– Loteamento Portal dos Bosques 1.2 / Bairro Serrotão

– Loteamento Itararé II

– Loteamento Vicente Correia I / Bairro Serrotão

– Loteamento Georgivan Martins

– Bairro Jardim Itararé

– Loteamento Aluízio Campos II

– Loteamento João Paulo II / Bairro Serrotão

– Loteamento Dumond / Bairro Serrotão

– Loteamento Central Park / Bairro Santa Terezinha

– Loteamento Colinas do Sol

– Loteamento Portal Campina – 1ª etapa

– Loteamento Portal Campina – 2ª etapa

– Loteamento Granjas Santo Isidro

– Loteamento Amália Pires II

 

 

 

Jornal da Paraíba