Na imagem, bandeira da Colômbia. Ataque na zona rural do país foi uma

Um atentado com explosivos na zona rural de Huíla, na Colômbia, deixou 7 mortos e 1 ferido na noite de 6ª feira (2.set.2022), todos oficiais da polícia local. Autoridades informaram à agência de notícias AFP que o grupo foi emboscado em um veículo, mas não há confirmação de quem seria o mandante.

O presidente Gustavo Petro, que tomou posse do cargo em 7 de agosto, disse em seu perfil no Twitter que o ataque é uma “clara sabotagem à paz”. O 1º chefe do Executivo de esquerda da Colômbia vem tentando retomar os acordos com grupos guerrilheiros, que também operam na região.

Em trad. livre: “Rechaço veementemente o ataque com explosivos que matou 8 policiais em San Luis, Huila. Solidariedade com suas famílias. Esses fatos expressam uma clara sabotagem da paz. Pedi às autoridades que viajem ao território para assumir a investigação”. Depois da declaração, confirmou-se que um dos 8 policiais estava vivo.

Mais de 2 mil combatentes da Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) são opositores aos tratados de paz, segundo o governo.

 

PODER 360