O influenciador e humorista Carlinhos Maia desabafou nesta quinta-feira (15), e afirmou que irá se afastar das mídias sociais.

O comediante, que acumula 26 milhões de seguidores no Instagram, teve sua casa assaltada no fim do mês de maio, em Maceió, Alagoas, e explicou para seus seguidores que não estava bem de saúde. Além disso, sua síndrome do pânico piorou depois desse acontecimento.

“Oi, gente, não se assustem! Eu fiquei doente esses dias. Não estava bem de cabeça e do coração, como vocês sabem e nem de nada, mas com Deus sempre. Vou tirar esses dias agora, sempre eu fico voltando para dar uma justificativa a vocês e vocês me conhecem como ninguém. Agora, eu vou tirar um tempo pra mim porque não estou 100%”, disse o influenciador via stories.

Depois de ter relatado que não estava bem de saúde, Carlinho Maia ainda explicou como tem lidado com a síndrome. “Tenho síndrome do pânico há muitos anos. Não fico falando isso direto para vocês e o negócio lá do assalto agravou isso, aumentou. Então, eu não tenho mais aquela paz”.

Ele finalizou os fazendo um pedido: “Quem me ama vai ter paciência de me esperar. Dinheiro é bom, mas tem coisas que ele não muda, a gente adoece, fica mal”.

Sobre a síndrome do pânico

De acordo com o Ministério da Saúde, síndrome do pânico é um transtorno caracterizado por crises de ansiedade repentina e intensa com forte sensação de medo ou mal-estar, acompanhadas de sintomas físicos.

A doença pode se desenvolver a partir de situações extremas de estresse, como crises financeiras, brigas, separações ou mortes na família, experiências traumáticas na infância ou depois de assaltos e sequestros.

*Sob supervisão de Giulia Alecrim.

 

CNN