A Polícia Militar deu mais detalhes do desfecho do caso da criança de 7 anos que foi mantida refém pelo ex-padrasto na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte.

Na manhã desta quinta-feira (22), o menino e um jovem de 23 anos foram libertados com vida após mais de 15 horas de negociação.

Menino foi resgatado pela Polícia Militar. (Foto: TV Globo/Reprodução)

O suspeito, Leandro Mendes Pereira, foi atingido por um sniper – atirador da polícia. Ele foi encaminhado ao Hospital de Pronto Socorro João XXIII em estado grave.

“O processo de negociação não evoluiu, havia essa ameaça real, ele teve informações externas da ex-mulher que fez com que ele ficasse ainda mais nervoso e ameaçasse diretamente a vida desse menor. Nós utilizamos do sniper. A gente lamenta muito, não é o desfecho que a gente gostaria, mas foi o desfecho possível para salvar a vida desses reféns, da criança e do jovem de 23 anos”, explicou a major Layla Brunnela, porta-voz da corporação.

Leandro foi baleado por atirador da PM — Foto: Reprodução/TV Globo

Leandro abordou a ex-companheira, o filho dela e um amigo da mulher por volta das 18h, desta quarta-feira (21), em um imóvel do bairro Parque São Pedro. Ela conseguiu fugir do imóvel, mas o filho e o jovem permaneceram sob a mira de um revólver.

A Polícia Militar foi acionada e equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) tentaram uma negociação para que o suspeito se rendesse, o que não foi possível.

 

g1