Foto: Divulgação/Ricardo Stuckert

Em artigo publicado na Edição 137 da Revista Oeste, Ana Paula Henkel escreve sobre a volta de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República. Segundo a colunista, o Brasil elegeu “um condenado e preso por corrupção”.

Leia um trecho

“Vamos repetir que elegemos um condenado e preso por corrupção para presidente do Brasil e que a honestidade deixou de ser uma condição essencial para 60 milhões de cidadãos. Vamos repetir que a nossa Suprema Corte cometeu a vergonha suprema de rasgar a Constituição e coroar a impunidade. Vamos repetir, como um disco arranhado, que, por causa da ‘desordem informacional’, o mundo vai testemunhar a desordem moral e institucional — e que o crime no Brasil compensa.

Vamos repetir que entre trancos e barrancos, na UTI sobrevivendo por aparelhos, o Brasil deu um suspiro de vida e esperança com a Lava Jato. Que o país viu os roteiros de Hollywood saltarem das telas para a nossa realidade com políticos e cidadãos poderosos e influentes sendo encarcerados e verdadeiras fortunas desviadas dos cofres públicos devolvidas. Ah… o tal império da lei… estávamos quase lá… mas que o Supremo Tribunal Federal soltou um corrupto condenado em três instâncias, com ‘provas de sobra’.”

 

A Edição 137 da Revista Oeste vai além do texto de Ana Paula Henkel. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de Cristyan Costa e Edilson Salgueiro, J.R. Guzzo, Augusto Nunes, Rodrigo Constantino, Guilherme Fiuza, Ana Paula Henkel, Flávio Gordon, Roberto Motta, Artur Piva, Flavio Morgenstern, Andrew Doyle, Dagomir Marquezi, Bruno Meyer e general Hamilton Mourão.

 

Revista Oeste